fbpx

A resposta está no equilíbrio!

Emagreça. Com o aproximar do verão, as preocupações com as dietas e o exercício físico aumentam e a maioria das pessoas recorre a dietas rápidas prejudiciais para a saúde e muitas vezes com recurso a medicamentos. A internet tornou-se um meio acessível e abundante de informações sobre saúde, muitas vezes contraditórias, o que provoca nos leitores dúvidas sobre alimentação e nutrição. Este fácil acesso à informação parece conformar uma maioria e estabelecer lacunas no que respeita à ideia de uma alimentação saudável.

Nesse campo, informações sobre dietas enchem milhares de websites todos os dias, mas o fator-chave para garantir a manutenção do peso a longo prazo é um emagrecimento saudável. Ao adotar medidas drásticas, deixa de haver uma readaptação do organismo, bem como da mente. A resposta está no equilíbrio! É necessário que a alimentação adequada ande de mãos dadas com a atividade física, com uma boa noite de sono e com uma boa gestão dos níveis de stress, a que estamos expostos todos os dias. Estes são os principais fatores que o ajudam na perda de peso e na manutenção da sua saúde como um todo.

A Medicina Tradicional Chinesa (MTC) propõe alternativas às dietas desequilibradas  Emagreça

Quem deseja conquistar um corpo saudável e eliminar aqueles quilos a mais, precisa de entender que o equilíbrio entre o corpo e a mente é a chave, e que muitas vezes é necessário tratar outros pontos que podem estar relacionados com o excesso de peso ou com a dificuldade em perdê-lo. Por isso, é tão importante procurar ajuda especializada. Numa ótica de equilíbrio do corpo e da sua energia, a Medicina Tradicional Chinesa (MTC) propõe alternativas às dietas desequilibradas, que podem ajudar a manter o organismo saudável, durante todo o ano e tornar a perda de peso mais fácil, sem ser necessário recorrer a excessos. Parte integrante desta especialidade, é a acupuntura, que por sua vez difere de outras técnicas de emagrecimento por permitir um emagrecimento saudável e duradouro, acompanhado de um bem-estar geral. emagreça

Esta técnica “entende o individuo como um todo e a saúde como um dinâmico e ténue equilíbrio entre os aspetos físicos, mentais, emocionais da sua vida, bem como do seu relacionamento com o meio em que vive. Recomendada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), a acupuntura é também eficaz na correção dos desequilíbrios que provocam o excesso de peso. Cada pessoa é única.Partindo desta premissa, e com base no diagnostico prévio, é elaborado um plano de tratamento com a melhor solução para cada caso, numa abordagem multidisciplinar em que o paciente está no centro das atenções.” – Fernando Fernandes. Recorde a entrevista do Diretor Clínico da Five Clinic à Lux Woman (Aqui) e o artigo publicado na revista Zen Energy (Aqui

Não deixe escapar a oportunidade de começar o seu verão de forma saudável.

Peso

Uma dieta cuidada é fundamental para ficar em forma e não necessita de “gastar” muito tempo a programar uma dieta com os alimentos certos e quantidades.

Uma das melhores alterações que pode fazer, é mudar para uma  dieta orgânica. É bom aumentar ingestão de fibra, que limpará o seu cólon e facilitará a perda de peso. Isso significa que, em vez de comer alimentos refinados ou processados, deve comer alimentos integrais: como arroz integral e pão integral – têm mais fibras e menos gorduras saturadas e colesterol.

Deve aumentar também o consumo de proteínas, minerais e vitaminas. Para tal, necessita de comer mais frutas e legumes e substituir  a carne vermelha por peixe e frango. As carnes brancas têm menos calorias e gordura e ainda fornecem mais proteína.

Outra alteração importante é  eliminar completamente a junk food. E isso inclui doces, fritos, bolos, refrigerantes… Pode substitui-los por lanches de frutas e vegetais. Em vez de refrigerantes, beba água ou sumos naturais sem açúcar e modere a ingestão de álcool.

Estas pequenas mudanças, vão ter uma grande impacto na sua forma física, no seu peso e na sua saúde. Sentir-se-a uma pessoa nova, com mais saúde e energia. No início, poderá estranhar um pouco o aumento de ingestão de fibra e substituição de alguns alimentos, mas isso logo passará e seu corpo funcionará melhor e com mais eficiência.

Lembre-se: manter a forma não depende apenas do exercício físico. A dieta desempenha um papel fundamental na perda de peso e na melhoria da sua saúde.

Cuide da sua saúde, mantenha-se em forma, invista em si, adotando bons hábitos para preservar a sua saúde e longevidade.

A CIÊNCIA DO APETITE, leia o artigo “Menos Peso, Mais saúde”.

saudável

Em poucas palavras, uma dieta saudável envolve:

(1) Mais comida caseira. Evite comer fora.

(2) Mais frutas frescas como snacks.

(3) Mais legumes frescos nas refeições e snacks.

(4) Mais leguminosas como acompanhamento e na Sopa.

(5) Mais Pão denso e escuro, menos pão branco e refinado.

(6) Mais peixe, frango / peru sem pele, menos carne vermelha.

(7) Porções maiores de legumes e menores de carne vermelha.

(8) Ingerir lacticínios com pouca gordura e moderadamente.

(9) Refeições com menos gordura, na forma de manteiga, maionese e outros molhos … Esta é uma enorme fonte de calorias.

(10) Comer snacks saudáveis para manter a fome afastada.

Se comer, regularmente, de forma nutritiva e saudável , não sentirá fome nem desejo por junk food. É que, no que diz respeito ao controlo de peso, a FOME  continua  a ser o MAIOR INIMIGO. (sabia que a acupuntura ajuda da controlar a fome?)

Temos mais recomendações saudáveis para si! Veja o artigo “Saber comer com saúde(clique Aqui)

Achava que a acupuntura só tratava de questões clínicas? a técnica milenar da medicina tradicional chinesa não é normalmente associada à beleza, mas também pode ser um aliado na perda de peso e eliminação de gorduras localizadas. Fernando Fernandes, especialista em medicina chinesa, explica-nos o que é a acupuntura de emagrecimento e a acupuntura adelgaçante  (luxwoman)

Entrevista  Publicada na revista LuxWoman de Agosto/19 Pág 52, por Natália Ribeiro

Na medicina chinesa, a abordagem ao excesso de peso e ao combate às gorduras localizadas é global. Quer isto dizer que o indivíduo é visto como um todo e o problema encarado de forma integrada. O objetivo é atuar junto dos desequilíbrios que impedem que o corpo e a mente estejam em sintonia e equilibrados. a acupuntura de emagrecimento é um tratamento personalizado, indolor e sem cortes que, em si, não provoca perda de peso, mas deixa o paciente em condições de emagrecer. Confusa? leia esta entrevista ao diretor clínico da Five Clinic, clínica de acupuntura e medicina chinesa.

Por que é que as pessoas engordam e não conseguem emagrecer? É apenas falta de força de vontade ou há muitas outras causas? E é possível combater todas essas causas?

As pessoas engordam e tem dificuldade em emagrecer, essencialmente, porque na vida moderna temos um excesso de consumo para um desgaste insuficiente, mas não só! Fazendo um “ rewind ” até aos nossos antepassados, podemos constatar que eles passavam longos períodos sem comer, já que conseguir uma refeição era uma tarefa árdua e obrigava a queimar muitas calorias: andar, caçar, colher… assim, o organismo programou-se para armazenar gordura para os dias em que não comia.

A sua alimentação era equilibrada, natural (fruta, frutos secos, plantas e carne selvagem) e continha todos os compostos de que o organismo necessita para ser forte e saudável (proteínas da carne, glucose da fruta, hidratos de carbono complexos das plantas). este era o segredo dos seus corpos fortes como uma rocha! É verdade que já não estamos na idade das “cavernas”, mas o nosso organismo continua biologicamente preparado para armazenar gordura, apesar de não necessitar. as refeições que obtemos, sem despender de qualquer esforço, têm excesso de açúcar e gordura, o que veio alterar, radicalmente, a equação. Isto é, aumentámos exponencialmente a ingestão calórica e diminuímos o gasto energético para o conseguir.

O segredo de um emagrecimento sustentado e duradouro, salvo, algumas exceções hereditárias, como por exemplo obesidade mórbida (quando o gene Ob ao inibir a produção de leptina, não permite que a sensação de saciedade seja percebida), vai além da força de vontade.

O desequilíbrio hormonal vence a nossa vontade, e este desequilíbrio pode ser causado por diversos fatores. as emoções e os maus hábitos de vida (insónias, alimentação prejudicial, ausência descanso, falta de exercício, excesso de trabalho, níveis elevados de stress …), estão no centro do desequilibro. É importante que o foco seja um estilo saudável e não apenas emagrecer.

Em que é que a acupuntura de emagrecimento difere, em termos de abordagem, das outras técnicas de emagrecimento? Luxwoman

A acupuntura difere de outras técnicas de emagrecimento, sobretudo, pela sua abordagem integrativa, o que permite um emagrecimento saudável e duradouro, acompanhado de um bem-estar geral.

A medicina tradicional chinesa, da qual faz parte a acupuntura, entende o indivíduo como um todo e a saúde como um dinâmico e ténue equilíbrio entre os aspetos físicos, mentais, emocionais da sua vida, bem como do seu relacionamento com o meio em que vive. Recomendada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), a acupuntura é também eficaz na correção dos desequilíbrios que provocam o excesso de peso. Cada pessoa é única. Partindo desta premissa, e com base no diagnóstico prévio, é elaborado um plano de tratamento com a melhor solução para cada caso, numa abordagem multidisciplinar em que o paciente está no centro das atenções.

Para ilustrar um pouco a prática clínica da Five Clinic, podemos dar o exemplo da Maria (nome fictício). a Maria, com 25 anos, procurou-nos com o único objetivo de perder peso. no entanto, a Maria, para além de estar obesa, estava também deprimida, dependente de alguma medicação e estava a passar por uma fase “desafiante”. Para a Maria, uma dieta restritiva (e existem muitas no mercado – umas boas, outras da moda e outras que prejudicam a saúde), mesmo que complementada com exercício físico, dificilmente resultaria. e porquê? Porque o desequilíbrio hormonal, ao fim de uma ou duas semanas iria destronar a força de vontade da Maria e aumentar a sua frustração.

A Maria precisava, urgentemente de ajuda para romper o ciclo. assim, elaborámos um plano de tratamento que visava, numa fase inicial, regular o humor, o sono e o sistema endócrino, bem como melhorar o funcionamento de todos os órgãos e funções. ao fim de seis meses de tratamento, a Maria perdeu 20 kg e ganhou autoestima, alegria de viver e melhores relações interpessoais. neste caso, o tratamento consistiu em sessões de acupuntura, complementadas com fitoterapia (extratos de plantas e raízes medicinais), dicas alimentares personalizadas e prescrição de alguns exercícios terapêuticos.

De facto, a acupuntura será a terapia mais conhecida da medicina chinesa, mas a massagem tui-na , a dietética, a fitoterapia, as práticas físicas ( kung-fu , tai-chi e chi kung ), entre outros, são também pilares da medicina chinesa, um sistema que, em 2010, foi reconhecido, como Património Cultural Intangível da Humanidade pela UneSCO.

Para concluir, podemos dizer que os tratamentos aceleram o metabolismo, reduzem o apetite, diminuem o stress , desintoxicam o corpo, melhoram a digestão, acalmam e relaxam, eliminam celulite e massa gorda, modelam o corpo, melhoram a função do fígado e dos rins, ao mesmo tempo que incrementam a saúde e o bem-estar em geral, sem efeitos secundários.

Onde é que a técnica é aplicada, isto é, em que zonas são aplicadas as agulhas e de que forma é que isso ajuda a perder peso? Luxwoman

A localização dos pontos de acupuntura é muito vasta: cabeça, tronco, pernas, braços, mãos, pés, orelhas… a escolha dos pontos depende do diagnóstico. O tratamento é personalizado e, como tal, podem ser utilizadas diversas técnicas como acupuntura, eletroacupuntura, auriculoterapia, termoterapia, ventosas… Complementarmente poderá ser prescrita fitoterapia, plano alimentar e exercício físico ou energético.

Simplificando o processo e para que todos nos entendam numa linguagem mais ocidental, o que promovemos é uma autorregulação do organismo, a hemóstase perfeita. De que forma? através da estimulação dos pontos de acupuntura, as terminações nervosas existentes na pele e noutros tecidos vão desencadear uma resposta do sistema nervoso central, interagindo com o sistema endócrino, para uma regulação química do organismo. Como referi anteriormente, as hormonas podem vencer a nossa vontade! O hipotálamo é o centro de comando e controla um conjunto de funções do organismo, tais como, a temperatura, o metabolismo, o apetite (é lá que se encontra o centro da saciedade).

O equilíbrio entre as hormonas grelina (aumenta o apetite) e leptina (inibe o apetite) é fundamental para evitar comportamentos alimentares compulsivos. Se não estivermos equilibrados quimicamente, o nosso corpo e a nossa mente não trabalham a nosso favor e tudo será um esforço.E, como costumo dizer: “todo o esforço está limitado pelo tempo.”

Há 3 mil anos, quando surgiu a medicina chinesa, não se falava de glândulas ou hormonas, mas sim, em desequilíbrios que, hoje, podemos facilmente relacionar com alterações no sistema endócrino, como por exemplo: alterações no QI fígado ( stress e alterações menstruais); alterações no QI baço -pâncreas muito relacionado com hipotireoidismo, com a lípase, processo de transformação da gordura e problemas digestivos; alterações no yang do rim (suprarrenais), fragilidades do sistema imunitário, infeções de repetição, alergias; alterações no QI coração, insónias, astenia, depressão e ansiedade. A vida moderna a par dos maus hábitos originam o desequilíbrio hormonal permanente em que vivemos com as emoções à flor da pele.

O stress crónico diminui a serotonina, inibe a leptina, aumenta a resistência à insulina e aumenta os níveis de cortisol no sangue, razão pela qual nos leva, naturalmente, a procurar compensação através de alimentos pouco saudáveis, como o açúcar e as gorduras.

Na Five Clinic, através de diversas técnicas da medicina chinesa, atuamos nos desequilíbrios funcionais, promovendo o equilíbrio do organismo e a sensação de bem-estar com a libertação de endorfinas e serotonina, a estabilização do sistema nervoso, digestivo e endócrino e o reequilíbrio das emoções, a redução do apetite, a regulação da ansiedade e dos níveis de stress , a promoção de um sono reparador, e o melhoramento da circulação sanguínea e linfática.

E estamos apenas a falar de excesso de peso generalizado, ou também é possível combater gordura localizada e celulite? O tratamento é o mesmo ou diferenciado?

A gordura localizada e a celulite são tratamentos mais restringidos, mas, mais uma vez, temos sempre uma abordagem global, promovendo a saúde no geral, e uma atuação mais localizada apenas nas zonas a eliminar celulite e/ ou gordura localizada (coxas, glúteos, zona abdominal, braços).

Os tratamentos aplicam-se aos dois géneros, embora os homens nos procurem essencialmente por causa da zona abdominal e as mulheres, para além desta, também para as zonas dos glúteos e coxas. no nosso tratamento anticelulite e gordura localizada utilizamos a acupuntura adelgaçante, vacuoterapia e massagem refirmante. O tratamento inclui igualmente tonificação muscular e levantamento de glúteos através da vacuoterapia – técnica muito difundida no brasil para lifting dos glúteos, com resultados muito bons, mas que por cá ainda é uma novidade.

Aacupuntura adelgaçante é uma técnica que promove o efeito lipolítico dos adipócitos (células de gordura) e ativa o sistema linfático e sanguíneo. ao eliminar toxinas e gordura, estimula as fibras musculares e combate a flacidez, eliminando o aspeto casca de laranja.

A técnica é conjugada com alguma dieta? Que tipo de dieta é, e é feita com acompanhamento clínico?

Sim, o tratamento é complementado com plano alimentar personalizado e a dieta será prescrita consoante o desequilíbrio energético, condição de saúde, atividade, idade, género e o objetivo. Relacionamos os alimentos e as suas características com os seus efeitos sobre o sistema energético humano, permitindo, assim, a sua utilização na manipulação das condições do organismo, em busca do equilíbrio.

Quais são os pontos estratégicos que é preciso estimular para combater, por exemplo, a vontade desenfreada de comer?

Podemos destacar alguns pontos importantes no tratamento do excesso de peso, tendo sempre em conta que o plano de tratamentos é personalizado e os pontos podem variar de pessoa para pessoa.

Feita essa ressalva, selecionamos cinco pontos no corpo e um auricular: – Yin tang (ponto central entre as sobrancelhas) – acalma a mente. É um ansiolítico natural; – tian shu (ponto específico nas laterais próximas do umbigo) – Regula intestino grosso (obstipação ou diarreia); – zu san li (ponto específico abaixo do joelho) – Fortalece baço e harmoniza estômago, fundamental no processo digestivo (lípase), elimina gordura, tónico geral de energia; – tai chong (ponto específico na parte superior do pé) – Desintoxicar o fígado, liberta toxinas, diminui a frustração e a raiva acumulada. – tai chi (ponto específico junto ao tornozelo) – Reduz os níveis de cortisol (hormona do stress ) no sangue, fortalece a força de vontade, elimina retenção de líquidos; – Ponto auricular da fome – Inibe o apetite.

Quanto tempo dura cada sessão e quanto custa cada uma?

Cada sessão dura entre 40 a 60 minutos, o valor por sessão é de 45€euros para acupuntura de emagrecimento e de 50€euros para acupuntura adelgaçante (celulite e gordura localizada).

E quantas sessões são precisas num tratamento?

Que tipo de resultados podem ser esperados com esta técnica? a duração do tratamento irá depender do diagnóstico e do objetivo. em relação ao tratamento de emagrecimento, a perda de peso, em média, é de 1 quilo por semana. no caso de pacientes com muito peso, numa fase inicial poderá ser de 2-3 quilos. Para o organismo perder peso de uma forma equilibrada e só assim poder ser para a vida. É necessário mudar o “ chip ” para querer ser saudável e não apenas perder alguns quilos para um acontecimento concreto, caso contrário, as dietas irão suceder-se, cada vez com menos resultados.

E é preciso acompanhamento de manutenção pós-tratamento?

Sim, temos uma fase de transição (três meses), com tratamentos quinzenais, durante os quais reduzimos a fitoterapia e fazemos um ajustamento ao plano alimentar. Posteriormente, entramos em fase de manutenção com tratamentos mensais ou de dois em dois meses. Recomendamos sempre um tratamento de dois em dois meses, como forma de prevenção e manutenção do peso, mas sobretudo do equilíbrio, ou seja, da saúde e do bem-estar.

O que diria a quem tem medo de agulhas e tem receio de fazer acupuntura?Há dor envolvida neste tratamento?

Diria o mesmo que digo para qualquer outro medo: que o enfrente, ou seja, que experimente! e, em seguida, tranquilizava, porque a acupuntura não dói! no entanto, na Five Clinic dispomos de outras alternativas, como a massagem tui-na , agulhas não invasivas e laser .

Faça download da entrevista aqui 

SOS bikini

A temperatura aumenta, a quantidade de roupa diminui e somos confrontados com uma dura realidade: os quilinhos a mais e a celulite não só (ainda) não foram exterminados, como parecem determinados a irem connosco de férias…

O tempo escasseia… mas é sempre tempo! “Não podemos voltar atrás e fazer um novo começo, mas podemos começar agora e fazer um novo fim”. Agora, sem desculpas, “Faça o melhor que puder, com o que tem, onde estiver”.

Para a Medicina Tradicional Chinesa toda a doença ou afeção é sinal de um desequilíbrio. Não deixe que a pressa de se livrar do volume a mais e da inestética “casca de laranja”, a tempo de vestir, confiante, o seu novo biquíni, a atirem para dietas loucas e outros programas de emagrecimento e de combate à celulite, que lhe possam criar ainda mais desequilíbrio… Ao invés, recupere a visão holística do seu corpo e viva em harmonia com as leis da natureza, as suas leis originais… Esta é a única forma de alcançar, para além de um corpo fantástico, também saúde, vitalidade e longevidade. Mais do que eliminar os sinais ou sintomas, importa resolver a causa do problema (desequilíbrio). Todos os sintomas são extremamente valiosos, pois são eles que nos avisam que a harmonia se perdeu algures e que é urgente resgatá-la. É, pois, importante que saibamos escutar o nosso sábio organismo e que o ajudemos na sua extraordinária capacidade de auto-cura. A adoção de hábitos de vida saudáveis, que, por vezes, implicam apenas pequenas alterações à nossa rotina, poderão conduzir-nos a grandes conquistas na nossa saúde e bem-estar.

 

Conhecer a celulite, para melhor a combater

Numa sociedade onde reina a “perfeição” do corpo, a celulite é um pesadelo para cerca de 90% das mulheres, uma autêntica inimiga da sua auto-estima.

A lipodistrofia ginóide, a temida vilã, vulgarmente conhecida por celulite é um depósito de gordura e tecido fibroso que causa irregularidades na pele que está por cima, em determinadas regiões do corpo da mulher. Da mulher, porque devido à presença das hormonas sexuais femininas, o seu corpo tem tendência para acumular tecido gordo em determinadas regiões: abdómen, nádegas e coxas. Estas são as zonas mais problemáticas, mas pode também instalar-se nos joelhos e parte interna dos braços.

A pele é constituída por 3 camadas, a epiderme, a camada mais superficial, a hipoderme, a camada mais profunda e a derme a camada intermédia. Na hipoderme, encontram-se os adipócitos, células que armazenam energia sob a forma de gordura e cujo tamanho vai aumentando, à medida que vai armazenando gordura. Na mulher, os adipócitos estão separados por membranas fibrosas perpendiculares que unem os músculos à superfície cutânea. O aumento de volume dos adipócitos empurra a pele para fora e a retração das membranas fibrosas, dá-lhe o aspeto “casca de laranja”. No homem, as membranas fibrosas são mais obliquas. A diferença na estrutura das fibras é outro dos motivos porque a celulite é muito mais frequente nas mulheres. No entanto, existem hábitos e práticas que ambos os géneros devem adotar para combater a celulite e a gordura localizada. Partilhamos consigo alguns deles:

 

Como a Medicina Chinesa pode ajudar

A Medicina Chinesa analisa a celulite e o excesso de peso não apenas pela vertente fisiológica, mas também do ponto de vista energético. Entende o individuo como um todo, em que a saúde depende de um dinâmico e ténue equilíbrio entre os aspetos físicos, mentais, emocionais e espirituais das nossas vidas, bem como do nosso relacionamento com o meio em que vivemos.

Quando a energia (QI) flui, o ponteiro da balança desce, a sua autoestima sobe, assim como a sua energia, vitalidade, saúde, bem-estar e longevidade.

Este sistema de saúde integral faz uma abordagem global e localizada. A nível global atua nos desequilíbrios funcionais que estão na origem da celulite ou gordura localizada, promovendo nomeadamente: o equilíbrio do organismo e a sensação de bem-estar com a libertação de endorfinas e serotonina; estabilizando o sistema nervoso, digestivo e endócrino; reequilibrando as emoções; reduzindo o apetite; normalizando a ansiedade e os níveis de stress; promovendo um sono reparador; melhorando a circulação sanguínea e linfática. Localmente, com recurso à Acupuntura Lipolítica, Vacoterapia e Massagem Reafirmante, promove o efeito lipolítico dos adipócitos; ativa o sistema linfático e sanguíneo; elimina toxinas; estimula as fibras musculares, combatendo a flacidez e eliminando o aspeto “casca de laranja”.

Relativamente a outros métodos apresenta, entre outras, as seguintes vantagens:

E para que possa dizer adeus à celulite nas próximas férias, a Five Clinic, criou um programa para si:

SOS Bikini – LAST CALL (Clique Aqui)

Programa inovador e eficaz, especialmente para o Verão, que combina Acupuntura de Emagrecimento (regula desequilíbrios funcionais e emocionais que estão na origem do excesso de peso), a Acupuntura  Adelgaçante, Vacuoterapia, Massagem Reafirmante, cremes e fitoterapia (100% natural), com o objectivo de perder peso, eliminar celulite e gorduras localizadas. Os estímulos promovem o efeito lipolítico dos adipócitos (células que armazenam gordura), ativam o sistema linfático eliminando as toxinas e estimulam as fibras musculares combatendo a flacidez.

Recomendado para perdas até 5 quilos por mês , Celulite com grau de evolução I e II ou tonificação dos glúteos.

Até breve!

 

A celulite, apesar de não ser uma patologia grave, é inestética e afeta, em média, 9 em cada 10 mulheres, desde a adolescência. A conhecida “casca de laranja” está por isso entre as piores inimigas da estética feminina, que tem vindo a crescer devido aos estilos de vida sedentários, má alimentação e stress. Saiba como combater a celulite e prevenir o seu aparecimento mais à frente, neste artigo.

 

Celulite na Medicina Tradicional Chinesa

Esta condição inestética não é mais do que gordura e tecido fibroso que se acumula, gerando a conhecida “casca de laranja”. Segundo a Medicina Tradicional Chinesa, além disso, a celulite deve-se ainda a uma estagnação de Qi e uma deficiência de Yang, e como tal, a acupuntura irá ajudar a resolver o problema no tecido adiposo e as ondulações na pele, habitualmente concentradas nos glúteos, coxas e braços.

Por volta dos 14 anos de idade inicia-se a crescente produção de hormonas sexuais. Diz a Medicina Tradicional Chinesa que essa produção promove, nas mulheres, uma acumulação de depósitos de gordura que formam barreiras para a circulação de sangue, promovendo assim a estagnação da circulação energética, causadora do desequilíbrio. Para tal, o tratamento foca-se em regularizar o fluxo de líquidos no organismo e melhorar a nutrição sanguínea nas áreas afetadas, por forma a fortalecer os tecidos compostos da pele.

Essa estagnação de líquida provocada, na sua grande maioria, pela má alimentação e estilo de vida sedentário, aumenta a viscosidade transtornando assim o fluxo energético. No entanto, alguns desequilíbrios ou deficiências em órgãos como o pâncreas ou baço também podem contribuir para a acumulação de gordura e formação de celulite. Deste modo, o tratamento não deverá incidir apenas nas zonas visivelmente afetadas mas também em outros pontos-chave que podem estar na origem da “pele casca de laranja”.

 

Como tratar?

Com o verão cada vez mais perto, este problema estético é sem dúvida uma dor de cabeça para as mulheres que querem atingir a sua melhor versão antes de pisarem o areal. Atenta à saúde e bem-estar da mulher, a FiveClinic tem a solução para combater a celulite de forma saudável, natural e com resultados duradouros. O tratamento tem como objetivo reduzir a inflamação, os depósitos de gordura e o tecido fibroso causador das irregularidades na pele. A Medicina Chinesa, como em todos os casos, não pretende apenas eliminar os sintomas mas sim ir à origem do problema. Neste caso, vai promover o fluxo de energia, eliminar toxinas, e assim atingir o equilíbrio e bem-estar geral do organismo.

Aliado a estas terapêuticas, uma alimentação equilibrada e hábitos de vida saudáveis serão, sem dúvida, uma grande mais-valia no processo de combate à “pele casca de laranja”. Deixamos-lhe então alguns conselhos bastante úteis neste processo:

Habitualmente, as pacientes notam melhorias logo após as primeiras sessões de acupuntura, no entanto será necessário um maior número de tratamentos para conseguir um resultado mais profundo e duradouro. Além de resultados visíveis no combate à celulite, estas técnicas orientais poderão, em simultâneo, atuar ao nível da perda de peso, eliminação da flacidez, supressão de estrias e perda de volume.

Note-se que os resultados irão sempre variar entre pacientes, tendo em conta a sua condição de saúde, a regularidade entre as sessões e o cumprimento das indicações.

PESO

peso

Aumentam as temperaturas e com elas aumentam também as preocupações com o peso e com a forma física. A maioria das pessoas, assim que vê o tempo quente a aproximar-se, tem tendência a recorrer a dietas rápidas (muitas vezes com a ajuda de medicamentos ou outros produtos químicos), que acabam por trazer mais malefícios do que benefícios para a saúde.

6 Estratégias para facilitar a perda de peso

Muitos daqueles que lutam para perder ou regular o peso focam-se apenas nas calorias e na massa gorda, esquecendo-se que o corpo funciona como um todo. Talvez o que esteja errado nessas pessoas que “já tentaram de tudo para emagrecer” seja realmente a energia. E quando falamos de energia não falamos da energia ingerida ou gasta ao longo do dia, falamos sim da energia vital do organismo, da energia que alimenta os órgãos e as funções do corpo humano. Como tal, é importante que a energia seja forte e esteja em equilíbrio, por forma a reforçar as capacidades que nos ajudam a atingir um peso saudável.

A Medicina Tradicional Chinesa é uma grande aliada no que diz respeito ao equilíbrio da energia vital. Vendo o individuo como um todo, a MTC irá ajudar a construir, desenvolver, equilibrar e preservar a energia, a chamada “qi”. Desta forma, a regulação do peso não está exclusivamente associada ao consumo e gasto calórico, mas sim ao fortalecimento, canalização e sustentação na energia qi. Este processo ajudará a regular e aumentar o metabolismo, o que provoca a consequente emagrecimento, e por isso uma maior sensação de equilíbrio e bem-estar.

Ao fazer uso de produtos químicos para emagrecer rapidamente ou ao privar-se abruptamente de muitos alimentos, irá estar a prejudicar o corpo, ao mesmo tempo que prejudica o equilíbrio e a energia do organismo, sendo que os níveis de ansiedade irão aumentar e isso irá comprometer o sucesso da perda de peso.

Através da Medicina Chinesa, especificamente a acupuntura, dietética e fitoterapia, os pacientes terão uma maior facilidade em construir e conservar energia, de forma equilibrada. Desta forma, o organismo irá estar em pleno funcionamento, o que ajuda a combater os principais fatores que promovem o armazenamento de gordura – a ansiedade e a privação do sono. Sendo que, quando existe mais energia qi, de forma mais estável e equilibrada, a ânsia e vontade de comer compulsivamente diminui de forma natural.

 

Como elevar e fortalecer os níveis de energia naturalmente?

Sendo que com os níveis de qi estabilizados a perda de peso se torna um processo mais fácil e duradouro, partilhamos consigo algumas dicas para que possa elevar o seu nível de energia de forma natural:

  1. Ingira alimentos ricos em qi, ou energia vital – frutas, vegetais frescos e grãos integrais são alguns dos alimentos saudáveis a que deve dar prioridade, em detrimento dos produtos embalados, com químicos e açúcares refinados. Muitas vezes baixos em calorias, os alimentos serão também baixos em nutrientes e por isso pobres na sua composição.
  2. Coma devagar e com atenção – Evite distrações durante a refeição, como telemóveis e televisão, para que possa apreciar realmente os sabores da comida e sentir-se saciado e satisfeito, sem excessos.
  3. Alimente-se de acordo com a rotina natural do
    corpo – O pequeno-almoço deve ser rico e feito logo pelo início da manhã, pela hora do almoço deve ser feita uma refeição nutritiva, enquanto o jantar já deve ser uma refeição mais pobre e feita o mais cedo possível.
  4. Pratique atividades que estimulem a qi – Tai Chi, Yoga, jardinagem e caminhadas ao ar livre são algumas atividades saudáveis que deve praticar, sendo que reequilibram os seus níveis de energia.
  5. Beba chá ao longo do dia – A água quente é como um elixir de saúde para os chineses, sendo bastante benéfica na expulsão das toxinas. Pode acrescentar gengibre, menta, canela ou outras infusões que realcem os benefícios da água quente.
  6. Experimente acupuntura – Logo após a primeira sessão de acupuntura, os pacientes afirmam uma redução no desejo compulsivo de comer, bem como nos níveis de stress e ansiedade. Além da acupuntura de emagrecimento, tem ainda como opção a acupuntura direcionada para a celulite e gordura localizada, bem como a vertente que cuida da sua definição e tonificação corporal, todas as técnicas através de métodos 100% naturais e não invasivos.

Abordagem Física e Emocional

Ficando cada vez mais à vista os quilinhos a mais, até aqui escondidos por baixo dos casacos e camisolas quentes, atingir a boa forma física e livrar-se do excesso de peso passa a ser uma prioridade com urgência máxima. Por isso mesmo não caia na tentação das dietas loucas e da privação excessiva. No entanto, existem processos que podem ajudar no processo de regulação do peso.

A Medicina Chinesa faz uma abordagem não só física, mas também a nível emocional encontrando um ponto de equilíbrio que poderá ser a solução para o seu problema. Existem fatores psicológicos e emocionais que estão muitas vezes na origem do excesso de peso, e por outro lado também o excesso de peso pode acarretar problemas do foro psicológico. Como tal, sabemos que pessoas com altos níveis de ansiedade e stress são mais propensas a sofrer de desequilíbrios ao nível do peso, formando-se assim uma bola de neve difícil de controlar sem a ajuda de um especialista.

Aí surge a visão holística de Medicina Tradicional Chinesa que vai olhar para a pessoa na sua globalidade e tentar corrigir todos os desequilíbrios que existem, com vista a um futuro saudável, de felicidade e bem-estar.

Sinta-se bem no seu corpo, de dentro para fora! Livre-se do excesso de peso e viva a vida com mais energia.

Obesidade

Esta é uma realidade comum, uma vez que, infelizmente, o excesso de peso e a obesidade, atingem cada vez mais pessoas.

A prevalência da obesidade, a nível mundial, é tão elevada que a Organização Mundial de Saúde (OMS) considerou esta doença como a epidemia global do século XXI. Se não se tomarem medidas drásticas para prevenir e tratar a obesidade, mais de 50% da população mundial será obesa em 2025. Depois do tabagismo, a obesidade é, hoje, considerada, a 2.ª causa de morte passível de prevenção. Em especial, quando a gordura se localiza à volta da cintura, é um fator de risco para doenças como a diabetes, hipertensão, problemas cardiovasculares, depressão, envelhecimento precoce, …

Fatores Psicológicos e Emocionais

Existem fatores psicológicos e emocionais que influenciam o excesso de peso. Por outro lado, o excesso de peso também tem forte influência ao nível psicológico e emocional. A ansiedade é um dos problemas centrais no excesso de peso. As pessoas ansiosas têm mais propensão para o excesso de peso e, por outro lado, o excesso de peso aumenta a ansiedade, formando um ciclo vicioso e autodestrutivo.

De acordo com a visão holística da Medicina Tradicional Chinesa, corpo e mente são a mesma coisa. O Qi que é a base de todos os processos fisiológicos, também o é para os processos mental e emocional, uma vez que existe em diversos estados.

Para esta filosofia, mais do que tratar a sintomatologia, é necessário tratar a causa do desequilíbrio, ou seja, trabalhar internamente os sistemas do corpo, para que o restabelecimento seja completo e permanente.

Orgãos e sistemas do corpo associados às emoções! 

Na Medicina Chinesa os órgãos e sistemas do corpo estão associados às emoções. A relação entre cada sistema e uma emoção, em particular, é mútua, ou seja: o estado do sistema afetará a emoção e a emoção afetará o estado do sistema. Assim, a Alegria está associada ao Coração e a Preocupação ao Baço. A tristeza, associada ao Pulmão, o Medo aos Rins, e a Ira associada ao fígado.

Dizer que uma emoção está associada a um órgão, significa dizer que o órgão é sensível ou vulnerável a essa emoção. No entanto, as emoções apenas se tornam uma causa de desequilíbrio quando são excessivas e prolongadas.

Pela relação que vimos, na ansiedade, o Baço poderá estar lesado. Sintomas como: oscilações peso, cansaço excessivo, alterações apetite, são sintomas relacionados com desarmonia no baço.

Antes de iniciar o tratamento de Medicina Chinesa, é feito um diagnóstico para perceber que órgãos e sistemas do corpo estão envolvidos e se o seu desequilíbrio resulta de excesso ou vazio, para que, através de técnicas de dispersão, no primeiro caso, ou de tonificação, no segundo, o fluxo energético seja regularizado, equilibrando mente e corpo. No tratamento, para além da acupuntura, outras técnicas poderão ser utilizadas, tais como fitoterapia, tui-na, moxobustão, diatética, … Todas as técnicas citadas, desprovidas de qualquer toxicidade, têm como objetivo harmonizar o organismo e recuperar o equilíbrio perdido e poderão ser usadas individualmente ou como complemento da medicina alopática.

O tratamento da ansiedade com recurso à Medicina Chinesa é bastante eficaz, nomeadamente, na eliminação da inquietação mental, das palpitações, dos desconfortos digestivos, do cansaço, das dificuldades de sono. A Organização Mundial de Saúde, após vinte e cinco anos de pesquisas em prestigiadas instituições do mundo, publicou o documento Acupuncture: Review and analysis of reports on controlled clinical trials, no qual reconhece que a acupuntura tem uma eficácia superior à medicação convencional no tratamento da ansiedade.

Mudar de hábitos para mudar de peso:

Menos Peso, Mais Saúde

A obesidade é uma calamidade mundial, que segundo a Organização Mundial de Saúde atingiu proporções epidêmicas – 2,8 milhões de pessoas, pelo menos, morrem, anualmente, vítimas de excesso de peso e obesidade! Muito preocupante é também a obesidade infantil que constitui um dos desafios mais graves de saúde pública do século XXI.

Em Portugal a realidade é idêntica, de acordo com a Direção Geral de Saúde a obesidade atinge 10% da população portuguesa. Da população adulta portuguesa, um milhão sofre de obesidade e 3,5 milhões de pré-obesidade. O mesmo relatório revela outros números alarmantes: cerca de 15% das crianças entre os 6 e os 9 anos sofrem de obesidade e mais de 35% de excesso de peso.

O que se entende por excesso de Peso/Obesidade?

O Indicador adotado pela Organização Mundial de Saúde que relaciona o peso e a altura do individuo é o IMC (Índice de Massa Corporal = Peso/Altura2). Através dele podemos avaliar os níveis de massa gorda. Quando o IMC é inferior a 18,5 falamos em baixo peso; quando se situa entre os 18,50 e os 24,99, temos um peso normal; entre 25,00 e 29,99 estamos com excesso de peso/pré-obesidade e quando maior ou igual a 30,00, sofremos de obesidade.

A obesidade não só é uma doença como ainda constitui um importante fator de risco para o aparecimento, desenvolvimento e agravamento de outras doenças, tais como:  doenças cardiovasculares, respiratórias, gastrointestinais, metabólicas, depressão, envelhecimento precoce, …

Vida Moderna – Excesso de Consumo para um desgaste insuficiente.

Fazendo um “rewind” até aos nossos antepassados, podemos constatar que passavam longos períodos sem comer, já que conseguir uma refeição era uma tarefa árdua e obrigava a queimar muitas calorias: andar, caçar, colher… Assim, o organismo programou-se para armazenar gordura para os dias em que não comia. A sua alimentação era equilibrada, natural (frutas, frutos secos, plantas e carne selvagem) e continha todos os compostos de que o organismo necessita para ser forte e saudável (proteínas da carne, glucose das frutas, hidratos de carbono complexos das plantas). Este era o segredo dos seus corpos fortes como uma rocha.

É verdade que já não estamos na idade das “cavernas”, mas o nosso organismo continua biologicamente preparado para armazenar gordura, apesar de não necessitar. As refeições que obtemos, sem despender qualquer esforço, têm excesso de açúcar e gordura, o que veio alterar, radicalmente, a equação, ou seja, aumentamos exponencialmente a ingestão calórica e diminuímos o gasto energético para as conseguir.

A ciência do Apetite

Dentro do cérebro, o hipotálamo, comanda um enorme conjunto de funções do organismo: a temperatura, o metabolismo e o controlo do apetite. É nele que se encontra o centro da saciedade, regulada pelos químicos CART e NPY. O CART induz o hipotálamo a aumentar o metabolismo, reduzir o apetite e a aumentar a insulina e o NPY  tem o efeito contrário, ou seja, diminui o metabolismo e aumenta o apetite. Como se processa? O Jogo da Saciedade e da Fome disputa-se entre as hormonas leptina e grelina.A leptina é segregada na gordura e funciona a longo prazo. Produz um sinal químico no sangue que inibe a sensação de fome e estimula o corpo a queimar calorias (CART). A grelina, hormona da fome é segregada no estomago e funciona a curto prazo. Quando o estomago está vazio, liberta a grelina, dando-nos vontade de comer (NPY). Algumas notas importantes: as dietas com grande restrição alimentar, aumentam a produção de grelina que irá sobrepor-se à nossa vontade; o açúcar por não ser reconhecido como um alimento “normal”, não desativa os sinais de fome; O Gene OB (deficiência hereditária) ao inibir a produção de leptina, não permite que a sensação de saciedade seja percebida; A produção de leptina é influenciada pelo sono, pelo stress, pela sede e pela falta de atividade sexual (porque o sexo e o apetite são regulados pelo mesmo químico, existe uma compensação mutua).

A importância do Intestino Delgado Fígado e Pâncreas

Peguemos numa caloria (de hidrato de carbono, gordura ou proteína) e sigamos o seu percurso dentro do nosso organismo. O processo digestivo inicia-se na boca. Após a mastigação e a salivação, forma-se o que chamamos de bolo alimentar, que é deglutido. Após o ato de engolir, o bolo alimentar passa pela faringe e chega ao esôfago. Por meio de movimentos peristálticos, o esôfago empurra o alimento para o estômago. No estômago forma-se o quimo que através do piloro passa para o intestino. No intestino delgado, ocorre a maior parte da digestão dos nutrientes, bem como a sua absorção, ou seja, a assimilação das substâncias nutritivas. No duodeno, são lançadas as secreções do fígado e do pâncreas que irão dividir a nossa caloria em pequenas partículas. Nesta etapa, a nossa caloria tem três opções: ser utilizada como fonte de energia imediata, ser eliminada como desperdício ou ser armazenada sob a forma de gordura. Quando chega à corrente sanguínea, o aumento de açúcar,  comunica com o nosso centro de saciedade, inibindo a sensação de fome.

Hormonas que vencem a nossa vontade

O sistema endócrino é responsável pelo bom funcionamento das hormonas: A Tiroide dita o ritmo a que vamos queimar gordura; as Supra Renais produzem cortisol – níveis altos de cortisol na corrente sanguínea (stress crónico) inibem o CRH (químico que diminui o apetite) e reduzem a sensibilidade à insulina; o pâncreas – quando as células apresentam resistência à insulina, o controlo do apetite é inibido.

A química das emoções

Para lidarmos com algumas das emoções e stresses que conduzem à compulsão para comer, não nos podemos esquecer que os químicos do cérebro que influenciam o apetite e o humor, são os reguladores dessa vontade de comer: Noradrenalina (lutar ou fugir), a serotonina (boa disposição), dopamina (prazer e recompensa), GABA (anestesiante), óxido nítrico (calmante, químico da meditação).

O Stress crónico diminui a serotonina e aumenta o cortisol, razão pela qual procuramos imediatamente uma compensação através de alimentos pouco saudáveis como o açúcar e as gorduras.

A Medicina Chinesa analisa o excesso de peso não só pelo lado fisiológico, mas também do ponto de vista energético, entende o individuo como um todo, em que a saúde, depende de um dinâmico e ténue equilíbrio entre os aspetos físicos, mentais, emocionais e espirituais das nossas vidas, bem como o nosso relacionamento com o meio em que vivemos.

Quando a energia (QI) flui, o ponteiro da balança desce, a sua autoestima sobe, assim como a sua energia, vitalidade, saúde, bem-estar e longevidade. É importante que se foque num estilo de vida saudável e não apenas em emagrecer. Crie uma imagem entusiasta do seu novo EU e sinta, hoje, a alegria da vitória que terá quanto atingir sua meta. Depois, tal como para atingir qualquer objetivo, comece a agir! Não adie, nem caia na ilusão de pensar que tudo terá que ser perfeito e seguido ao milímetro. Mantenha-se focado em direção ao seu objetivo e “Nunca troque o que mais quer na vida, por aquilo que quer no momento.”

Dicas para alcançar o seu objetivo:

Saia da rotina. Tenha uma atividade de que goste bastante. Apanhe ar fresco e luz solar. Cultive relacionamentos de longa duração. Medite. Ria muito. Seja otimista.

PERDER PESO É SMART!

A tomada de decisão de perda de peso é crucial. Tão importante que, como em qualquer objetivo na vida, deve ser SMART: Specific (específico), Measurable (mensurável), Attainable (alcançável), Relevant (relevante) e Time based (temporável). Tal como Tony Robbins diz “se falar sobre isso é um sonho. Se visualizar é possível. Mas se agendar é real. Passar do sonho à realidade depende apenas de si”. Perder peso

O primeiro passo consiste em definir qual o seu peso ideal. Calcule o Índice de Massa Corporal (IMC) para determinar quantos quilos terá de perder. Basta dividir o seu peso atual pela sua altura ao quadrado.IMC = Peso(kg) / altura m2(m)

Por exemplo, uma pessoa com 1,70m de altura e 75kg terá um IMC de 25,9, o que revela excesso de peso de acordo com a tabela em baixo

75/(1,7)2 = 25,95

O segundo passo consiste em medir para saber se está em direção ao objetivo que estabeleceu

O objetivo deverá ser ambicioso e, simultaneamente, tangível e realista. Se o seu objetivo consiste em perder bastante peso, divida-o por objetivos mais pequenos. Por exemplo, defina os quilos que pretende perder por mês. Celebre cada vitória, todos os meses, para que a sua motivação saia reforçada. Lembre-se, é importante que faça esta caminhada acompanhado/a por um especialista para o orientar em termos nutricionais, dietéticos e motivacionais. Qualquer que seja o seu objetivo, este terá de ser relevante para si. Faço-o pela sua saúde e bem-estar. Coloque de lado a pressão familiar e social. Antes de iniciar um programa de emagrecimento, reflita sobre as razões que o/a levam a fazê-lo. Recorde-as todos os dias. Por último, estabeleça um objetivo temporal: três meses, seis meses, um ano…

Do plano à ação…

Claro que uma perda de peso gradual, saudável e sustentável implica uma mudança de hábitos de vida, sobretudo no que respeita à alimentação e exercício físico. Esta será sempre uma opção pessoal. Uma vez tomada a decisão, deixo-lhe algumas dicas que o/a ajudam a perder peso e a construir uma vida mais saudável:

Alimentação – “Somos o que comemos”

Exercício físico – mexa-se pela sua saúde

Além de o/a ajudar a perder peso, a atividade física tem outros benefícios para a sua saúde e bem-estar. Andar é suficiente para os receber. Quanto mais massa muscular, mais tonificado ficar o seu corpo, mais calorias queima. A atividade física também acelera o seu metabolismo.O cérebro também beneficia. De acordo com um estudo norte-americano, publicado na revista Neuroscience, o nosso organismo produz uma substância que estimula a produção de novos neurónios durante a prática de exercício físico, o que melhora as nossas atividades cognitivas, em especial a memória. A Universidade de Essex, no Reino Unido, avança que a prática de exercício físico ao ar livre melhora significativamente a saúde mental, beneficia o humor e a autoestima.

Agora que já sabe como transformar o seu sonho em realidade, faça-o acontecer! “É nos momentos de decisão que o seu destino é traçado”

(Tony Robbins).

Cuide de si!

SEGUNDA A SEXTA 9.00 - 19.00
Cart Menu Button Icon0
Carrinho de compras