fbpx

FORGOT YOUR DETAILS?

Coração, o “Maestro da Orquestra”

coração

“Todos os dias cuida dos cabelos, por que não do coração?”

Provérbio Chinês

 

 

Em Portugal, as doenças cardiovasculares continuam a ser a principal causa de morte, sendo que, em 80% dos casos, esta poderia ser prevenida. Segundo a Sociedade Portuguesa de Cardiologia, mais de metade da população entre os 18 e os 79 anos apresenta, no mínimo, dois fatores de risco para a saúde do coração, entre eles, o excesso de peso e o tabagismo.

Maio é o mês do coração e é sobre ele que falamos neste artigo.

Que é um órgão essencial à vida e responsável por bombear o sangue pelo corpo são factos já conhecidos de todos, no entanto a Medicina Tradicional Chinesa dá a este órgão uma importância ainda maior, fazendo dele o “maestro” do organismo.

Nesta visão holística, o papel dos órgãos, vai muito para além da sua função convencional, e está diretamente associado ao correto funcionamento do restante organismo bem como à vertente emocional.

O coração, órgão associado à alegria e ao fogo, é, além de impulsionador do sangue, o coordenador de todo o sistema, relacionando-se fortemente com o funcionamento da mente. Tanto é que, em chinês, a palavra Xin, significa, em simultâneo, coração e mente. Deste modo, sendo o coração considerado a residência da mente, não ficará comprometida apenas a função mecânica aquando de um desequilíbrio a nível cardíaco. Seguindo a mesma lógica, também os sintomas de desequilíbrio não estarão somente nas clássicas palpitações, falta de ar ou fadiga. Numa visão holística, também os pensamentos pessimistas, depressão, fraca memória e maior agitação serão alguns dos sintomas a considerar num possível desequilíbrio do coração.

Se levar um estilo de vida equilibrado, a todos os níveis, e por isso o seu coração estiver saudável, sentirá tranquilidade, terá pensamentos mais positivos e o seu sono será mais reparador. Para atingir esse equilíbrio e beneficiar de um saudável “maestro da orquestra”, partilhamos consigo alguns hábitos que muito o ajudarão, caso os incorpore na sua vida:

  • Beber mais água;
  • Preferir o chá ao café;
  • Dar prioridade a alimentos frescos e biológicos;
  • Fazer 30 minutos de exercício por dia;
  • Dormir em média 7/8 horas por dia;
  • Ter pensamentos positivos.

 

Além destas práticas, existem alguns alimentos que são benéficos para a saúde do seu coração. Batata-doce, espinafres, alimentos integrais, romã, lentilhas e feijão são apenas algumas dessas opções.

A Medicina Tradicional Chinesa é também uma forte aliada saúde do seu coração – aposta na prevenção e na recuperação, tanto diretamente, a nível cardíaco, como indiretamente, atuando nos fatores de risco, podendo aumentar, não só a esperança de vida, como também a qualidade da mesma. A acupuntura, especialmente, poderá ser uma das técnicas milenares chinesas a ajudar no equilíbrio cardíaco, porque, entre outros aumenta a qualidade dos vasos sanguíneos na sua globalidade, melhora a fluidez do sangue, assim como reduz a dor e a sensação de mal-estar geral. No que diz respeito aos fatores que podem pôr em risco o coração, a Medicina Tradicional Chinesa ajuda a reduzir os níveis de stress, a diminuir o colesterol e ainda a regular os níveis de tensão arterial.

Sendo que o coração abriga a mente, a consciência e o espírito, tratar do coração, como vimos, não significa apenas regular a circulação sanguínea e equilibrar a tensão arterial. Com estas técnicas cuida-se também da vertente, não tão palpável, como sentimentos, insónias, ansiedade, depressão, perda de memória e tantas outras alterações emocionais.

Como em todas as outras áreas, no corpo humano cada peça tem a sua importância e o equilíbrio de cada uma delas é importante para que o conjunto esteja em pleno funcionamento e harmonia.

 

No mês do coração, cuide do seu!

 

 

TOP
SEGUNDA A SEXTA 9.00 - 19.00
Cart Menu Button Icon0
Your Cart