fbpx

Muitas vezes o alimento é uma compensação emocional, para contrabalançar o stress, a ansiedade, o excesso de trabalho, as noites mal dormidas e outras situações que provocam uma carência de prazer e de lazer. Quando a fome é mais emocional do que fisiológica, torna-se difícil parar de comer. Conscientes dessa dificuldade, reunimos para si um conjunto de estratégias que podem ajudar:

1. Entenda a razão

Perceba o que está a sentir para poder controlar. A meditação, por proporcionar, entre muitos outros benefícios, maior clareza e tranquilidade, pode ser uma ajuda tanto na tomada de consciência do que está a sentir e das suas causas, como na eliminação das mesmas. Dicas para aprender a Meditar (clicar aqui

2. Coma devagar e várias vezes ao dia

Coma regularmente e mastigue bem. Quando segue uma rotina alimentar, os níveis de açúcar e da grelina (a hormona da fome) estabilizam, evitando episódios de compulsão alimentar.

3. Coma alimentos ricos em fibras e proteínas. Evite alimentos industrializados

Coma frutas, legumes, leguminosas, proteínas e gorduras boas, para se sentir saciado durante mais tempo. Os alimentos industrializados são pobres em fibras pelo que não o deixarão saciado. Para além de terem muito mais calorias e poucos nutrientes, estes alimentos híper palatáveis (recheados açúcar, sal e/ou gorduras), são viciantes. Tal como uma droga, libertam químicos no nosso cérebro que causam uma sensação de prazer e satisfação e consequentemente o seu consumo compulsivo.

4. Planeie as refeições

Planeie as refeições antecipadamente, para adquirir os ingredientes saudáveis de que necessita para preparar refeições saciantes e nutritivas, respeitando as porções recomendadas. Estudos revelam que o planeamento das refeições está associado à melhoria na qualidade e variedade da dieta, ajudando-o a controlar a compulsão alimentar. A manutenção de um diário alimentar também tem resultados muito positivos. Roda dos Alimentos (clicar aqui).

5. Beba bastante água

Essencial para a sua saúde, vai também ajudar a controlar a fome e o desejo de comer.

6. Pratique exercício físico regularmente

Por proporcionar uma sensação de prazer e bem-estar o exercício físico é fundamental.

7. Durma Bem

Dormir pouco ou mal está associado ao aumento de peso e à compulsão alimentar. A privação do sono não afeta apenas os níveis de fome e do apetite, mas também causa resistência à insulina.

8. Reduza o stress

O stress é quase inseparável do nosso estilo de vida atual. Este é um facto que dificilmente conseguiremos alterar, contudo, podemos (e devemos) alterar a forma como este nos afeta e como lhe reagimos. A meditação, a prática de exercício físico e a acupuntura são algumas das atividades que podem ajudar neste objetivo.

9. Sessões acupuntura

A acupuntura olha o ser humano como um todo e promove o equilíbrio corpo-mente para a manutenção da saúde e do bem-estar. Quando este equilíbrio é afetado, procura atuar na causa do problema, estimulando a capacidade natural do organismo se reequilibrar. Esta terapia também se tem revelado muito eficaz na redução do apetite, do stress e da ansiedade.

Coração
Coração De acordo com o estudo “e COR – Prevalência de Fatores de Risco Cardiovasculares na População Portuguesa”, divulgado pelo Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), 68% da população portuguesa apresenta dois ou mais fatores de risco para doenças cardiovasculares e 22% quatro ou mais, sendo os fatores de risco mais relevantes a diabetes, colesterol elevado, hipertensão arterial, pré-obesidade/obesidade e tabagismo. Saiba mais! Coração

Ao longo de todos estes meses, o medo da Covid-19 afastou muitas pessoas da consultas, exames e análises. A redução significativa das idas às urgências hospitalares, provocada pelo receio de contágio, também provocou o adiamento do tratamento de muitas patologias cardiovasculares. É importante que não deixe de vigiar a sua saúde, pois a intervenção precoce e atempada pode ser decisiva no sucesso dos tratamentos.

7 Maneiras Fáceis de Cuidar do Seu Coração

Se adotar um estilo de vida equilibrado, a todos os níveis, o seu coração será saudável o que se refletirá na sensação de tranquilidade, nos pensamentos positivos e num sono reparador. Para atingir esse equilíbrio e beneficiar de um “maestro da orquestra”, enérgico e ritmado, partilhamos consigo alguns bons hábitos: 

A Medicina Tradicional Chinesa também cuida do seu Coração

Que é um órgão essencial à vida e responsável por bombear o sangue pelo corpo, todos sabemos, no entanto, para a Medicina Tradicional Chinesa a sua importância é ainda maior, sendo considerado o “maestro” do organismo. O coração, órgão associado à alegria e ao fogo, na medicina chinesa, além de impulsionador do sangue, é o coordenador de todo o sistema, relacionando-se fortemente com o funcionamento da mente. Tanto é que, em chinês, a palavra Xin significa, em simultâneo, coração e mente.

Deste modo, sendo o coração a residência da mente, a presença de um desequilíbrio cardíaco, não irá apenas comprometer a função mecânica.Na realidade, seguindo o mesmo raciocínio, os sintomas de desequilíbrio irão para além das clássicas palpitações, falta de ar ou fadiga.

Nesta visão holística, também os pensamentos negativos, a depressão, a memória fraca e a agitação são sintomas que devem ser tidos em conta na avaliação de um possível desequilíbrio do coração.

Como a Medicina Tradicional Chinesa cuida da saúde do seu Coração?

Atuando, por um lado, na prevenção, e por outro, nos fatores responsáveis pela doença ou desequilíbrio, a Medicina Chinesa pode aumentar, não só a esperança de vida como a qualidade da mesma. A acupuntura, em particular, poderá ser uma das técnicas milenares eleita para ajudar no equilíbrio cardíaco, uma vez que aumenta a qualidade dos vasos sanguíneos, melhora a fluidez do sangue, reduz a dor e a sensação de mal-estar.

No que diz respeito aos fatores que podem pôr em risco o coração, a Medicina Tradicional Chinesa ajuda ainda a reduzir os níveis de stress, a diminuir o colesterol, a regular os níveis de tensão arterial, bem como no processo de deixar de fumar.

O coração abriga a mente, a consciência e o espírito. Tratar do coração é muito mais do que regular a circulação sanguínea e equilibrar a tensão arterial. É também cuidar dos sentimentos, da ansiedade, da depressão, da perda de memória, das insónias e de tantas outras alterações emocionais. 

Como em todas as outras áreas, no corpo humano cada peça tem a sua importância e o equilíbrio de cada uma delas é importante para que o conjunto esteja em pleno funcionamento e harmonia.

No mês do Coração, cuide do seu! 

A resposta está no equilíbrio!

Emagreça. Com o aproximar do verão, as preocupações com as dietas e o exercício físico aumentam e a maioria das pessoas recorre a dietas rápidas prejudiciais para a saúde e muitas vezes com recurso a medicamentos. A internet tornou-se um meio acessível e abundante de informações sobre saúde, muitas vezes contraditórias, o que provoca nos leitores dúvidas sobre alimentação e nutrição. Este fácil acesso à informação parece conformar uma maioria e estabelecer lacunas no que respeita à ideia de uma alimentação saudável.

Nesse campo, informações sobre dietas enchem milhares de websites todos os dias, mas o fator-chave para garantir a manutenção do peso a longo prazo é um emagrecimento saudável. Ao adotar medidas drásticas, deixa de haver uma readaptação do organismo, bem como da mente. A resposta está no equilíbrio! É necessário que a alimentação adequada ande de mãos dadas com a atividade física, com uma boa noite de sono e com uma boa gestão dos níveis de stress, a que estamos expostos todos os dias. Estes são os principais fatores que o ajudam na perda de peso e na manutenção da sua saúde como um todo.

A Medicina Tradicional Chinesa (MTC) propõe alternativas às dietas desequilibradas  Emagreça

Quem deseja conquistar um corpo saudável e eliminar aqueles quilos a mais, precisa de entender que o equilíbrio entre o corpo e a mente é a chave, e que muitas vezes é necessário tratar outros pontos que podem estar relacionados com o excesso de peso ou com a dificuldade em perdê-lo. Por isso, é tão importante procurar ajuda especializada. Numa ótica de equilíbrio do corpo e da sua energia, a Medicina Tradicional Chinesa (MTC) propõe alternativas às dietas desequilibradas, que podem ajudar a manter o organismo saudável, durante todo o ano e tornar a perda de peso mais fácil, sem ser necessário recorrer a excessos. Parte integrante desta especialidade, é a acupuntura, que por sua vez difere de outras técnicas de emagrecimento por permitir um emagrecimento saudável e duradouro, acompanhado de um bem-estar geral. emagreça

Esta técnica “entende o individuo como um todo e a saúde como um dinâmico e ténue equilíbrio entre os aspetos físicos, mentais, emocionais da sua vida, bem como do seu relacionamento com o meio em que vive. Recomendada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), a acupuntura é também eficaz na correção dos desequilíbrios que provocam o excesso de peso. Cada pessoa é única.Partindo desta premissa, e com base no diagnostico prévio, é elaborado um plano de tratamento com a melhor solução para cada caso, numa abordagem multidisciplinar em que o paciente está no centro das atenções.” – Fernando Fernandes. Recorde a entrevista do Diretor Clínico da Five Clinic à Lux Woman (Aqui) e o artigo publicado na revista Zen Energy (Aqui

Não deixe escapar a oportunidade de começar o seu verão de forma saudável.

Gravidez

A Medicina Tradicional Chinesa, mais concretamente a Acupuntura, é extremamente útil no ciclo reprodutivo da mulher, sem efeitos colaterais, quando executada por profissionais experientes e certificados, sempre que necessário associada à medicina convencional, tem comprovado os seus resultados, através dos milhares de anos de prática e dos diversos estudos científicos a nível europeu e mundial. A acupuntura atravessa todas as fases da vida da mulher desde a 1ª menstruação, conceção, gravidez, amamentação, pós-parto e chegando mesmo à fase da menopausa e pós menopausa. gravidez

A gravidez é uma das fases mais delicadas do corpo da mulher e, como tal, o uso de medicamentos fica restringido e é necessário encontrar alternativas. A Medicina Chinesa, em especial a acupuntura, é uma escolha 100% natural, com benefícios comprovados no alivio dos desconfortos habituais durante a gravidez.

Uma análise realizada pela Universidade de Stanford garante que 70% das mulheres grávidas tira inúmeros benefícios de tratamentos de acupuntura, tanto a nível físico como emocional.

Acupuntura durante a gravidez

Inchaço, apetite descontrolado, enjoos, insónias, intestinos desregulados, dores nas costas, desconforto geral, são apenas algumas das queixas das grávidas. Encontrar uma solução para resolvê-los seria “ouro sobre azul”. A acupuntura pode atenuar todos esses problemas e ainda outros do foro emocional e psicológico, que afetam grande parte das mulheres neste período mais sensível da sua vida.

Um estudo levado a cabo pela Universidade de Southern Medical, na China, afirma até que este método poderá ser mais eficaz do que alguns antidepressivos orais, sendo ainda livre de efeitos secundários.

Também a Organização Mundial da Saúde (OMS) publicou, em 2002, uma lista de doenças, sintomas e condições tratáveis através de Acupuntura entre as quais podemos encontrar os desconfortos menstruais, indução de trabalho de parto, náuseas e vómitos.

A acupuntura quando aplicada em conjunto com a medicina convencional, pode ser útil em casos mais específicos como a hipertensão arterial na gravidez, diabetes gestacional ou até mesmo para reduzir a probabilidade de parto prematuro ou aborto espontâneo.

Se o bebe não der a volta? Sabia que podemos ajudá-la? 

Existe um ponto de acupuntura (Zhiyin) que quando aquecido ajuda a colocar o bebé  na posição ideal para parto natural.

Acupuntura pós-parto – Tem pouco leite, sente-se cansada, emocionalmente instável?

Além de ajudar a reequilibrar o organismo e harmonizar as energias perdidas após o parto, recorrer a este método trará outros benefícios mesmo depois da chegada do bebé. A acupuntura ajuda ainda a fortalecer a produção de leite e a reequilibrar a produção hormonal feminina.

 Está com dificuldades em engravidar?

Para as mulheres que tentam engravidar, a Medicina Chinesa também é uma opção a considerar uma vez que potencia a fertilidade e a qualidade das células reprodutivas, ao mesmo tempo que alivia a ansiedade e o stress típicos da fase de pré-conceção. 

A Medicina Chinesa poderá ser uma solução complementar à Medicina Convencional, como na Fertilização In Vitro, onde a acupuntura tem resultados muito positivos, aumentando a taxa de sucesso deste tratamento. Leia o nosso artigo: Acupuntura e Fertilidade – Quando a cegonha demora a chegar!

Tenha uma gravidez tranquila com um acompanhamento personalizado, 100% natural do 1º  ao último trimestre. Clique aqui para marcar a sua primeira consulta de acupuntura acompanhamento gravidez

 

antioxidante

Que a ingestão de alimentos antioxidantes melhora muito a saúde, não é segredo para ninguém.

De facto, os antioxidantes presentes nos alimentos podem ajudar a prevenir o cancro, a reverter ou retardar o envelhecimento,  a melhorar o sistema imunológico, a aumentar a sua energia, reduzir os níveis de stress, e contribuem ainda para a saúde do coração e de outros órgãos.

Daí que, por tudo o que sabemos sobre os antioxidantes e as suas propriedades, seja estranho que não se consumam mais frutas e vegetais, as suas principais fontes. No mínimo, deveríamos ingerir, diariamente, 5 porções de frutas e legumes.

Como pode introduzir mais antioxidantes na sua dieta?

  1. Pequeno-almoço

Ao pequeno-almoço, em vez de pegar numa torrada e, apressadamente, sair, prepare um sumo com alguns morangos e um iogurte no liquidificador. Beba o sumo, tranquilamente, e então saia de casa já com parte da dose diária recomendada. Em alternativa, também pode adicionar algumas frutas nos seus cereais integrais preferidos.

Caso não consiga tomar o pequeno almoço em casa e opte por o fazer fora, peça uma taça de fruta e um iogurte e o objetivo também fica cumprido.

  1. Snacks

Esta é uma maneira fácil de obter mais antioxidantes na sua dieta! Que tal um punhado de passas para um lanche ou algumas uvas vermelhas frescas? Ou mergulhar alguns morangos no iogurte. Precisa de mastigar? Que tal uns palitos de cenouras com húmus? Considere também um punhado de nozes como um bom boost antioxidante.

  1. Refeições principais (almoço e jantar)

Pode parecer banal, mas adicionar uma salada a cada refeição principal acrescenta muito à sua saúde e bem-estar. E não precisa ser monotona: pode adicionar algumas fatias de pimento vermelho à salada verde, alguns tomates à salada grega ou cranberries aos verdes do campo. Também pode preparar uma salada de bróculos para o almoço ou uma salada de arroz com uma variedade de legumes frescos, como vagens, tomates, pimentões e cebolas vermelhas.

  1. Sobremesa

Bagas, com ou sem tópico chocolate, são uma ótima maneira de terminar o seu dia com uma alimentação saudável e rica em antioxidantes. 

  1. Bebidas

Substitua os refrigerantes por chá ou café, ambos com compostos antioxidantes. Ao jantar, tome um copo de vinho ou, para mudar mesmo de ritmo, beba um copo de chá chai.

  1. Pense fora da caixa

Sabemos que os antioxidantes podem ser obtidos a partir de frutas, saladas e similares, mas pesquisas recentes dizem que também poderemos encontrar poderosos antioxidantes numa variedade de alimentos inesperados, como batatas russet, alcachofras e feijões vermelhos. Os grãos, de acordo com os especialistas, podem ter ainda mais poder antioxidante que os mirtilos. Então, para obter ainda mais antioxidantes, não se esqueça de adicionar à sua salada de arroz cheia de legumes, um pouco de feijão 😉

  1. Não cozinhe demasiado os legumes

Para que a sua família retire maior benefício dos antioxidantes, não cozinhe demasiado os legumes. Se o fizer, as propriedades especiais dos antioxidantes acabarão por se perder. Cozinhe os legumes no vapor (não os ferva) e retire-os enquanto mantêm a sua cor brilhante e estão crocantes.

  1. Plantar um jardim

Pesquisas indicam que as pessoas que plantam e colhem legumes dos seus próprios quintais, comem mais legumes e frutas do que as pessoas que compram estes alimentos. Então, se puder, plante um jardim, observe-o crescer e coma os frutos (literalmente) de seu trabalho. Se não puder ser, plante umas plantas aromáticas em vaso, o que também será gratificante.

  1. Continue a sua dieta saudável durante férias

Nas férias, só não tire férias de uma alimentação saudável! Pense neste período como uma excelente oportunidade para introduzir novos alimentos e hábitos saudáveis. Encomende um prato interessante de legumes num restaurante e tente perceber como o CHEF o preparou. É um otimo exercício para os seus sentidos e imaginação – relaxe e divirta-se!

  1. Aprenda a cozinhar

Procure não encomendar ou comer sempre fora. Se possível, faça você mesmo. Cozinhar envolve preparação (escolha da ementa, dos alimentos) e a própria confeção. Só desta forma consegue garantir a ingestão de alimentos mais saudáveis e antioxidantes.

Sabia que a Medicina Chinesa relaciona os alimentos e suas características com os seus efeitos sobre o sistema energético humano, permitindo assim a sua utilização na manipulação das condições do organismo em busca do equilíbrio.  Saber mais 

Peso

Uma dieta cuidada é fundamental para ficar em forma e não necessita de “gastar” muito tempo a programar uma dieta com os alimentos certos e quantidades.

Uma das melhores alterações que pode fazer, é mudar para uma  dieta orgânica. É bom aumentar ingestão de fibra, que limpará o seu cólon e facilitará a perda de peso. Isso significa que, em vez de comer alimentos refinados ou processados, deve comer alimentos integrais: como arroz integral e pão integral – têm mais fibras e menos gorduras saturadas e colesterol.

Deve aumentar também o consumo de proteínas, minerais e vitaminas. Para tal, necessita de comer mais frutas e legumes e substituir  a carne vermelha por peixe e frango. As carnes brancas têm menos calorias e gordura e ainda fornecem mais proteína.

Outra alteração importante é  eliminar completamente a junk food. E isso inclui doces, fritos, bolos, refrigerantes… Pode substitui-los por lanches de frutas e vegetais. Em vez de refrigerantes, beba água ou sumos naturais sem açúcar e modere a ingestão de álcool.

Estas pequenas mudanças, vão ter uma grande impacto na sua forma física, no seu peso e na sua saúde. Sentir-se-a uma pessoa nova, com mais saúde e energia. No início, poderá estranhar um pouco o aumento de ingestão de fibra e substituição de alguns alimentos, mas isso logo passará e seu corpo funcionará melhor e com mais eficiência.

Lembre-se: manter a forma não depende apenas do exercício físico. A dieta desempenha um papel fundamental na perda de peso e na melhoria da sua saúde.

Cuide da sua saúde, mantenha-se em forma, invista em si, adotando bons hábitos para preservar a sua saúde e longevidade.

A CIÊNCIA DO APETITE, leia o artigo “Menos Peso, Mais saúde”.

saudável

Em poucas palavras, uma dieta saudável envolve:

(1) Mais comida caseira. Evite comer fora.

(2) Mais frutas frescas como snacks.

(3) Mais legumes frescos nas refeições e snacks.

(4) Mais leguminosas como acompanhamento e na Sopa.

(5) Mais Pão denso e escuro, menos pão branco e refinado.

(6) Mais peixe, frango / peru sem pele, menos carne vermelha.

(7) Porções maiores de legumes e menores de carne vermelha.

(8) Ingerir lacticínios com pouca gordura e moderadamente.

(9) Refeições com menos gordura, na forma de manteiga, maionese e outros molhos … Esta é uma enorme fonte de calorias.

(10) Comer snacks saudáveis para manter a fome afastada.

Se comer, regularmente, de forma nutritiva e saudável , não sentirá fome nem desejo por junk food. É que, no que diz respeito ao controlo de peso, a FOME  continua  a ser o MAIOR INIMIGO. (sabia que a acupuntura ajuda da controlar a fome?)

Temos mais recomendações saudáveis para si! Veja o artigo “Saber comer com saúde(clique Aqui)

Sabia que o chá é a bebida mais consumida no mundo, logo a seguir à água? De gosto agradável e poucas calorias, disponível em dezenas de sabores, os benefícios para a saúde são mais que muitos. Cada vez mais estudos em torno da bebida confirmam o que muitos já sabem, que as suas características e benefícios são mais que suficientes para o convencer a integrar esta substancia milenar na sua vida. Na sua génese, rico em antioxidantes, não há mãos a medir para as vantagens para a sua saúde física e mental. Desde o aumento dos níveis de energia, concentração e estímulo do bem-estar em geral, pode ser ainda tomado como prevenção ou tratamento de diversas condições, seja aterosclerose, diabetes, doenças cardiovasculares… Aliás, um estudo da Universidade Edith Cowan (Perth, Austrália), conclui que o chá ajuda a impedir o aparecimento de cancro, tumores e doenças cardíacas, inibindo o desenvolvimento de células cancerígenas, impedindo o fornecimento de sangue a tumores, e ainda incentiva a autodestruição das próprias células cancerígenas. O caracter antioxidante do chá ainda purifica o organismo, eliminando toxinas e combatendo a retenção de líquidos, possuindo assim um efeito antibacteriano significativo, contribuindo para o melhoramento do metabolismo lípido.

Chá: Fresco e Natural é o melhor

Pode dar menos trabalho, mas aconselhamos o chá fresco das saquetas tão práticas sempre à mão, ou até com ervas e folhas soltas. É só “deixar de molho” 3 ou 4 minutos para puder aproveitar ao máximo os seus compostos. Simples, com mel, canela ou uma rodela de limão, pode dispensar à vontade o açúcar, e se quer assegurar os seus benefícios cardiovasculares, evite também adicionar leite. O chá na sua riqueza natural é baixo em calorias e um aliado para perder peso.

Tem um preferido? O que recomendamos…

Preto, Verde ou Branco

São todos oriundos da Camellia Sinensis, variando o processo de oxidação, obtém-se as tonalidades, sabores e odores diferentes.

 

O Melhor dos Dois Mundos

Medicina Tradicional Chinesa… e chá

A Medicina Tradicional Chinesa é um sistema completo, que incorpora um profundo entendimento das leis e padrões da natureza, que são aplicados no tratamento e prevenção do corpo e mente humana, corrigindo desarmonias e promovendo o equilíbrio dinâmico, o bem-estar e um corpo saudável. Mas fazer uso das técnicas da MTC não basta. Como falamos, trata-se de complementar e incorporar diversos fatores, de forma a garantir os melhores resultados. Passando de um estilo de vida saudável no geral, para elementos mais específicos, apresentamos-lhe de que forma pode usar o chá, como complemento para o tratamento de problemas específicos, através das técnicas tradicionais da medicina chinesa. A Five Clinic possuí programas específicos e adaptados às necessidades de cada paciente, desde Energy, Detox e Relax, que combinados com as vantagens diretas do uso de plantas de chá, melhoram o seu bem-estar e deixam-no à altura para viver a sua vida na sua plenitude.

Mais Energia e Menos Stress

A receita passa pelo chá de Camomila, talvez o mais conhecido pelos seus efeitos tranquilizantes no sistema nervoso, e o seu poder calmante nos problemas de estomago, que pode ir alternando com chá de Cidreira, indicado para combater cólicas e gases, mas ainda com propriedades calmantes para os estados de nervosismo e insónia. O chá Ginseng também é uma raiz medicinal muito utilizada na medicina chinesa, graças às suas propriedades que ajudam a diminuir o stress e o cansaço, para uma melhor qualidade de vida e longevidade.  E quando o Stress não o deixa mesmo dormir e esgota todas as suas reservas de energia, opte por outro método 100% natural. Sendo cada individuo único, é-lhe aplicado um tratamento específico. Identificado o desequilíbrio, a acupuntura trata o stress, ansiedade, distúrbios de sono, atuando em pontos energéticos onde serão aplicadas as finas agulhas, garantindo-lhe mais energia e disposição para viver a vida a 100%.

Detox, purifique-se 

Gengibre, Hortelã ou Menta fazem ótimos chás que valem ouro para o seu sistema digestivo, e funcionam como um energizante natural. Relaxa os intestinos, contribuindo para o seu funcionamento regular, regulam o estomago e desintoxicam o fígado. O Chá Três Anos é das vertentes mais utilizadas para a quem procura desintoxicar o organismo, principalmente para quem tem problemas digestivos, sendo útil para o alivio da náusea e gastrite, melhorando o funcionamento estomacal e intestinal. Mantendo-se no natural, a medicina chinesa, centrando-se no sistema fígado-vesicula biliar do ponto de vista fisiológico e energético, tem como objetivo suavizar e regular o fluxo de qi, regular o sistema cerebral, regular a digestão e, por fim, armazenar e regular o sangue.

Apenas…Relax

É fácil falar… quando o mundo parece que lhe vai cair aos pés e lhe dizem que um “chazinho” o vai ajudar…Acredite ou não, as propriedades sedativas do chá de maça fazem milagres, e o chá Valeriana é a alternativa perfeita se procura um substituto natural aos comprimidos para dormir, que parece que não consegue viver sem eles. Se procura o máximo de relaxamento, aconselhamos a Massagem Tui Na, uma técnica de massagem utilizada por especialistas de medicina chinesa que, a par da acupuntura, é das mais antigas artes de cura. Utilizada como massagem terapêutica, a Tui Na auxilia no tratamento de patologias músculo-esqueléticas que estejam relacionadas com dores e tensões musculares.

O que é Natural, é bom

Uma vida à base de elementos naturais tem ganho cada vez mais adeptos, que procuram uma escapatória à alimentação processada, estilo de vida desgastante e tratamentos e medicações à base de químicos que muitas vezes fazem mais mal do que bem. O consumo de chá, principalmente como complemento às práticas medicinais naturais que mencionamos anteriormente, possui qualidades que o ajudam a manter o bem-estar sempre presente na sua vida, para que tire maior proveito de si mesmo, e tenha capacidades para alcançar o melhor que tem para oferecer. Visite a nossa loja online, saiba mais sobre os programas que desenvolvemos de forma cuidada a pensar em si.

Se está habituado a fumar o seu cigarro consecutivamente, devia ler com atenção…

Hoje assinalamos o Dia Mundial da Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica (DPOC). Uma doença prevenível, que diz respeito à obstrução brônquica persistente, que não é 100% reversível.

A Organização Mundial de Saúde (OMS), estima que a doença atinga 210 milhões de pessoas em todo o mundo. Está em vias de se tornar a quinta principal causa de incapacidade do mundo, e uma das principais causas de mortalidade, que continua a crescer. Alias, em Portugal, os estudos mostram que afeta 14,2% da população com mais de 45 anos.

Principal fator de Risco

E um dos principais fatores de risco assinalados é o Tabaco. Dia 17 de Novembro deste ano assinalou-se o Dia do Não Fumador, e não é por nada que devemos relacionar estas duas datas. O tabaco é a principal cause de morte evitável em todo o mundo. Atualmente existem mil milhões de fumadores no mundo, e uma em cada 1º mortes de adultos está relacionada com o vicio. São 6 milhões de mortes por ano, ou uma morte a cada seis segundos.

O primeiro cigarro vai à boca, como curiosidade, pouco tempo depois perdeu o controlo. E como todos os vícios, deixar de fumar é um esforço em que por vezes só a vontade própria não é suficiente. Podemos deixar aqui um testamento sobre os problemas que o tabaco pode causar, mas a verdade é que todo o fumador tem essa noção, que cada cigarro que põe à boca lhe tira saúde, e tempo de vida. Ma deixa-lo? Só 5% consegue.

Por essa razão cada vez mais a medicina procura alternativas para esse processo.

E nós queremos ajudá-lo a não fazerparte das estatísticas.

 

A Medicina Tradicional Chinesa como tratamento anti tabagismo

Segundo a médica e CEO do Centro de Pesquisa e Estudo da Medicina Chinesa, Márcia Lika Yamamura, a acupuntura atua em forma direta sobre o sistema nervoso, produzindo uma sensação de indiferença no fumador, promovendo uma sensação de prazer e bem-estar. O método auxilia na melhoria dos estados de ansiedade e nervosismo, dois dos principais estimulantes para voltar a fumar.

Estudos mostram que a Acupuntura consegue inibir os sintomas de abstinência do tabaco, através da manipulação dos níveis de dopamina. Este método de Medicina Tradicional Chinesa reduz o desejo de fumar aumentando os níveis de endorfinas, e regulando o sistema nervoso simpático, reduzindo a ansiedade associada à dependência. A Acupuntura pode ainda ajudá-lo a regular o apetite, se tem medo que um vicio leve a outro, este método ajuda a prevenir o ganho de peso.

O Sucesso é uma garantia…

A taxa de sucesso é simpática, tendo a larga maioria dos pacientes deixado o cigarro. Os planos são personalizados a cada paciente, às suas necessidades, e aos seus objetivos. Não importa se fuma mais de 30 cigarros por dia, ou menos de 5, os nossos especialistas na área comprometem-se em ajudá-lo a combater o vicio, entre 4 a 12 sessões, de forma a chegar aos 0 cigarros por dia.

Pode ainda recorrer à Fitoterapia Tradicional Chinesa, onde as plantas medicinais, sob forma liquida ou cápsula, promovem a desintoxicação do organismo, reduzindo o stress e a ansiedade.

É uma melhoria para todos os aspetos da sua vida. A Acupuntura melhora ainda a qualidade de sono, da fadiga (finalmente vai conseguir subir as escadas sem fazer pausas, ou chegar lá em cima sem folego), dores e alimentação.

 

Não seja uma estatistica – Deixe de Fumar

 

Mais sobre Deixar o Tabaco:

Hoje, dia 14 de Novembro, marca-se o Dia Mundial da Diabetes.

As estatísticas da doença são assustadoras. Atualmente, a Diabetes é a mais comum das doenças não transmissíveis, e os números continuam a subir. Atinge cerca de 415 milhões de pessoas em todo o mundo, e estima-se que nos próximos 20 anos esse número suba para 642 milhões. Segundo os dados do Observatório Nacional da Diabetes, em Portugal, a percentagem encontra-se a 13.3% de diabéticos, com idades compreendidas entre 20 e 79 anos. Existem pelo menos um milhão de diabéticos diagnosticados, mais de 500 mil pessoas que têm diabetes e não sabem, e mais de 2 milhões de portugueses estão na situação de pré-diabetes, 70% dos quais irão eventualmente desenvolver a doença. E estamos a falar apenas de Portugal…

A Diabetes é mais recorrente ser diagnosticada em análises ou consultas de rotina. Quando nem se está à procura da doença, os pacientes são surpreendidos com a noticia.

Mas percebe mesmo o que é a Diabetes?

Bem, trata-se de uma doença crónica ligada ao seu metabolismo, e caracteriza-se pelo aumento dos níveis de açúcar no sangue (glicémia), que por sua vez provoca outras alterações ao nível metabólico. Não nos podemos esquecer que o açúcar é necessário para as nossas células, e para que este seja transportado, o nosso pâncreas produz insulina, a hormona responsável por transportar a glicose da corrente sanguínea para as células, que por sua vez se transforma em energia. A Diabetes provoca a deficiência deste processo.

Existem diversos Tipos de Diabetes, como já deve ter ouvido falar. Em crianças e adolescentes é mais comum a Diabetes Tipo 1, geralmente é diagnosticada mais cedo e nem sempre está ligada a maus hábitos de vida. Neste Tipo, o pâncreas deixa subitamente de produzir a insulina, o que resulta na súbita e exagerada dos níveis de açúcar no sangue.

No entanto, cada vez é mais comum o aparecimento de Diabetes Tipo 2 em adolescentes obesos. Quando se tem este Tipo de Diabetes, a capacidade do organismo converter açúcar em energia é efetada, uma vez que o corpo não responde à insulina como devia – Resistente à Insulina – ou não produz insulina suficiente (aqui percebemos como o consumo excessivo de açúcar pode levar ao aparecimento da doença). Resultando na subida anormal e progressiva dos níveis de açúcar no sangue.

Qualquer pessoa pode sofrer de Diabetes, mas a principal causa para o desenvolvimento da doença é a exposição a fatores de risco. É uma doença sem cura, e reflita que esta condição é responsável por diversas complicações que diminuem a qualidade de vida, e pode até provocar morte precoce. No entanto, o avanço nos tratamentos e a preocupação em conhecer a doença permite aos diabéticos seguir o seu dia-a-dia de forma “quase” normal. Esse cuidado passa por três pontos essenciais:

Alimentação e Estilo de Vida,

Trata-se de uma prioridade não só do diabético, mas de quem se quer prevenir. Melhorar os seus hábitos alimentares e, se necessário, perder peso, é um dos fatores que mais contribui para a prevenção e tratamento de complicações. Mesmo que faça algum tipo de tratamento ou medicação, nada será eficaz se não melhorar o seu estilo de vida. Aliás, em grande parte dos casos de Diabetes Tipo 2, não é necessária qualquer medicação, uma vez que é possível controlar a glicemia controlando o peso, o que ingere, e através da prática de exercício físico regular. Em alguns casos é que podem ser prescritos antidiabéticos orais ou insulina. Em casos de Diabetes Tipo 1, é necessário tratamento com insulina, através de injeções, mas é tão ou mais importante manter um extremo cuidado com a alimentação e a ingestão de açúcares.

Portanto, quer seja diabético ou não, já pensou em definir um plano de ação para melhorar as suas chances, e assumir hábitos saudáveis?

Vamos por fases…

  1. Defina os seus objetivos, de preferência com o seu médico e, de preferência, realistas.
  2. Se não está habituado a mudanças, ou tem falta de força de vontade, comece com pequenas alterações no seu estilo de vida. Uma porção das refeições diárias mais pequenas, caminhadas de 10 ou 20min, menos sobremesas…
  3. Porque não recompensar-se de vez em quando? Por cada objetivo alcançado, mime-se.
  4. Esteja preparado para lidar com obstáculos…aprenda com eles.
  5. Reconheça os seus erros, e procure as razões dos seus falhanços.
  6. Seja positivo e tenha esperança no futuro. Diabetes não é uma sentença, e evita-la não é impossível.

 

Agora vamos falar de alimentação…

Esta deve ser equilibrada, variada e completa (como em qualquer indivíduo saudável). É importante que inclua na sua refeição hortaliças, frutos, cereais e leguminosas, todos ricos em hidratos de carbono, mas igualmente ricos em fibra alimentar, vitaminas, minerais, antioxidantes e outras substâncias protetoras. Não, não está proibido de comer qualquer coisa com açúcares, mas convém lembrar que estes alimentos, além de contribuírem para uma rápida subida da glicemia, também são bastante calóricos, com défice de fibras e vitaminas. Por isso, não acrescentam qualquer valor nutricional, além de contribuírem para o aumento de peso, e voltamos a relembrar que a obesidade e a diabetes estão fortemente associadas. Qualquer diabético deve ter um plano alimentar individual, planeado consoante a sua condição.

No nosso blog, como descobrir mais em pormenor como as técnicas da Medicina Tradicional Chinesa o podem ajudar a acabar com a “Fome Emocional”, contribuindo para a diminuição da ansiedade e favorecendo o seu equilíbrio energético.

Leia os nossos artigos sobre Qualidade de Vida e Hábitos Saudáveis:

Saiba mais sobre a Diabetes
Como perder peso, de forma saudável
Obesidade: Liberte-se do peso e da ansiedade
Hábitos Saudáveis

Evitar a Diabetes, ou viver com ela, é um processo constante, não pode cair do desleixo após seguir um regime de uns meses. É preciso estar fisicamente e mentalmente preparado. Os tratamentos de Acupuntura podem ajudá-lo na sua jornada, fazendo-o perder peso e cuidando da sua mente e energia vital, num processo acompanhado e especializado, mas a motivação tem de vir de si, nós estamos cá para o receber.

SEGUNDA A SEXTA 9.00 - 19.00
Cart Menu Button Icon0
Carrinho de compras